quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Preparar um casamento #1

Lamento minha gente, mas vou ter mesmo que abordar este tema, quem não gostar dá meia volta e passa à frente. O tema casamento faz parte do meu dia-a-dia, agora, por isso quero partilhar o que vai acontecendo. 
Comecemos pelo mais importante: definimos uma data. Não foi fácil, nada fácil. Se por um lado não queríamos no verão porque há imensa gente de férias, bom tempo para estar preso  num casamento, e as coisas serem mais caras. Por outro lado também queríamos um bom tempo, nada de chuva e um bom solinho!
30 de Abril de 2017. Pareceu-nos bem. Eihh tanto tempo!!! Parece, mas para quem tem um casamento para organizar e uma casa a comprar e organizar não é muito, mas sim pouco tempo. Se fosse fácil casava já, agora!

Lista de convidados,é o que se segue. Dilema. Eu sou prática e coloquei apenas os importantes, é daqueles dias que não quero ter que me preocupar com gente que não gosta de mim, mas o meu King's gosta de complicar e então colocou toda a gente e mais alguma. Demos com uma lista de 150 pessoas. Hummm até ao dia reduzimos. No entanto, vou-me sentir desconfortável, coisa que não queria, porque vai gente que não conheço se quer. E não, não é o namorado da prima que conheci quando fui entregar o convite, é aquele tio que nunca conheci porque não se falam à 20 anos. Adiante.
Quintas! Ufaaa! Orçamentos e mais orçamentos, riscar as que eram demasiado caras e as que eram demasiado baratas. Isto do caro ou barato tem tudo a ver com o nível dos nossos ordenados, atenção!
Fiz uma lista de dez, o noivo dessas dez escolheu quatro para ver e a coisa ficou dividida entre duas, diferença de preço era 500€ no total, de modas que não foi por aí que se decidiu mas sim pela beleza da quinta. Check! Demos a entrada (guito) e marcamos o dia.

Fotógrafo e videógrafo, foi das coisas mais difíceis de decidir. Há mais fotógrafos que sei lá o quê, os preços são tão diferentes que não consigo entender como é possível! Fiz uma lista de dez o namorado decidiu ver dois, com uma diferença orçamental de 700€ e aí sim, bateu a carteira, sim porque o mesmíssimo trabalho não podia ser com valores tão diferentes.Fomos pelo mais barato, mesmo assim era o que eu mais gostava e confesso que simpatizei muito com o sr. Demos a entrada (guito) e ficamos descansadinhos, o mais difícil estava tratado. Pensava eu que só iria pensar no casamento agora para Março. ( sim, porque tratamos disto tudo em Novembro do ano passado, parece que fomos precoces mas fomos inteligentes, porque assim apanhamos os preços mais baratos).
No entanto, houve uma grande desgraça e o o fotógrafo faleceu. Fiquei triste e desgostosa, 40 anos e um cancro em 3 dias tirou-lhe a vida. Triste. Ainda não comecei a procurar, sinceramente gostei tanto daquele quer vai ser difícil, mas tem que ser.

Coisas de noiva, que stress.

(Imagens by google)

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

A deprimir

Bom dia!
Faz hoje quinze dias que assinamos uns papéis a dizer que tínhamos um apartamento e que temos que o pagar até ao fim das nossas vidas. Felicidade. Responsabilidade. E agora? Medo!
Sentimentos à parte estou feliz. Lol. Primeiro sonho meio concretizado, sim porque isto de ter uma casa não é ter a casa, é ter a casa recheada, completa. E agora vou dormir onde ? Cozinhar com o que ? Neuras.
Com tempo e dinheiro tudo vai aparecer, o problema são decisões. Estou naquela fase da vida que a cada minuto tenho que tomar decisões. Deixaram de ser os meus pais a tomá-las por mim. Bom ou mau ?  Vamos ver.
Continuo assombrada pelo meu peso. A banda gástrica anda a vaguear pela minha cabeça. A opção dos preguiçosos, como lhe chamam. Não sei se tenho forças para continuar a lutar por mim. Já é desesperante.
Este ano vai ser terrível, casamentos das amigas, casa, decoração, o meu casamento para organizar. Tudo, tudo ao mesmo tempo! 
Sei que ninguém lê ou quer saber, mas escrevo, porque ao escrever organizo a cabeça e estruturo formas de chegar aos meus objetivos. Espero mais tarde ler estes textos e rir à gargalhada. 

KissKiss

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Perdida

Olá caramelos(as), à quanto tempo! Eu sei, eu sei, sou uma preguiçosa. Mas a minha vida deu uma volta desde o Verão. Com o noivado começaram as pesquisas, as visitas a fornecedores, as decisões e o mais difícil: procura de casa.
Acontece que já por umas três vezes que perdemos bons negócios por pensar 24h ou porque alguém simplesmente pagou em dinheiro e o negócio foi-se!
À dois meses encontramos o nosso ninho do amor, demos um bom dinheiro de entrada para não o perder, tratamos do crédito e agora, que tudo estava pronto, escrituras marcadas e a ansiedade no auge. Mas um pequeno pormenor está a assombrar-me: a morada está errada. Todos os documentos do apartamento estão com uma morada errada, a rua existe mas o número da porta não. Com as festas pelo meio tudo se torna difícil. Só segunda-feira consigo falar com o vendedor e ver o que ele me diz! Estou fula, triste e ansiosa, será que vou conseguir tudo direitinho até quinta-feira (data das escrituras) ? Será que não estou a ser enganada ? Alguém aqui conhece alguém que me possa ajudar ?

Espero que tenham tido um bom natal e uma boa passagem de ano.Agora ano novo, continuar a mesma vida lol Com tudo isto a acontecer não há dieta nem exercício nem cabeça para mais nada.
Estou tão tristeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!